< Katie McGrath Brasil – Katie McGrath
05.12.19
Katie McGrath está completamente lisonjeada pelo amor dos fãs por Lena Luthor.

Confira abaixo a tradução da entrevista que a TVGuide fez com a Katie McGrath.


Não é preciso ter um gênio maligno no nível Luthor para ver que a personagem de Lena Luthor (Katie McGrath) decolou como um tiro com os fãs de Supergirl desde que ela foi adicionada a série na segunda temporada. No caminho mais sombrio (e certamente menos heróico, apesar das boas intenções) este ano, o amor por sua personagem só cresceu, o que é algo que McGrath valoriza, por mais surreal que possa parecer.

“Às vezes eu me sento e penso sobre isso e minha mente não consegue processar, sabe? Você está apenas tentando tornar o episódio ótimo ou a série ótima ou a temporada ótima, ou mesmo diariamente apenas tentando tornar a cena brilhante e eu não penso bem no que isso faz depois… Então eu conheço as pessoas ou descubro que a resposta que as pessoas têm para ela é tão incrível e chega a lugares que eu nem entendo. Eu tive estudantes de engenharia que me escreviam tipo: ‘Muito obrigada, você meio que me deu uma paixão pela ciência e você me fez ver que não havia problema em uma mulher ser inteligente, apaixonada e engajada na ciência’ e eu fico tipo, ‘eu nem poderia imaginar que isso seria o que essa personagem poderia ter feito por alguém.’” McGrath disse à TV Guide.

 

Não é difícil ver por que os fãs (fãs jovens, mulheres em particular) se conectariam tão facilmente a uma personagem como Lena. Por um lado, ela é tudo o que a maioria das garotas espera que seja: forte, capacitada, compassiva, inteligente e bonita. Por outro lado, apesar de todas essas qualidades impressionantes, ela também é insegura, defensiva e, às vezes, enganosa. Ela erra pelas razões certas, muito. Em resumo, ela realmente parece uma pessoa incrivelmente real, cujos defeitos são relacionáveis e as virtudes inspiradoras.

E se seu coração já não estivesse derretendo, McGrath também deixou claro que essa inspiração funciona nos dois sentidos.

“Se, a qualquer momento, Lena puder fazer alguém neste mundo se sentir bem consigo mesmo ou se sentir mais corajoso ou sentir qualquer coisa, fico completamente lisonjeada com isso. Fico tão impressionada que algo que fazemos neste pequeno estúdio em Vancouver ou no meio do nada afeta a vida das pessoas em todo o mundo. Eu não estou mentindo quando digo que é um enorme privilégio. Isso torna os dias muito mais administráveis quando você sabe que isso (a resposta positiva) é o resultado de tudo isso. Não importa o quão difícil seja, se esse é o resultado? Sim, eu posso fazer isso.”

01.12.19
Supergirl: Katie McGrath explica o ‘único caminho’ que Lena e Kara podem usar e reparar a amizade.

Confira abaixo a tradução da entrevista que o TVLine fez com a Katie McGrath:


Antes dos melhores e mais brilhantes heróis do Arrowverse se juntarem para salvar o(s) mundo(s), Supergirl está lidando com uma crise igualmente devastadora: a amizade afundada de Kara e Lena. Quando vimos pela última vez as melhores amigas em apuros, Lena estava envolvendo Kara em uma prisão de gelo – uma metáfora para sua nova dinâmica fria.

“Essa cena foi o ápice da história de Lena nesta temporada. Imagine como seria perceber repentinamente que todos acreditaram na pior coisa que você pensou sobre si mesmo – seu medo mais profundo e sombrio. Ela está fingindo que está brava a temporada toda, mas ela não está brava, está machucada. Ela está desmoronando de dor e o que você viu no episódio 5.07 foi o momento em que Lena finalmente se quebrou.”, disse Katie McGrath à TVLine.

Abaixo, McGrath detalha as brigas de Kara e Lena, incluindo sua teoria sobre o “salto de fé” necessário para reunir as duas:

TVLINE: Eu tenho que começar dando parabéns pelo seu desempenho na semana passada.

Obrigada! Foi um longo dia para filmar isso e parte de mim acha que vou ter TEPT (transtorno de estresse pós traumático) se assistir novamente. Melissa Benoist é uma atriz tão surpreendente, então eu sinto que estou tentando acompanhá-la a maior parte do tempo. Sua performance naquela cena foi de partir o coração. Foi um dia, é basicamente o que estou dizendo. Foi um dia.

TVLINE: Você já esteve na Fortaleza da Solidão antes? Isso deve ser surreal.

Não, eu nunca estive nela! É tão icônico. É um daqueles cenários em que você entra e realmente sente que está entrando um pouco mais na história da DC. De repente, você faz parte dessa história que se estende durante todos esses anos. Esse cenário significa mais do que qualquer outro, eu acho.

TVLINE: Eu vi algumas pessoas tuitando que viram uma tonalidade de sua personagem em Merlin, Morgana, em Lena nesta semana.

(Risos) Eu não consigo evitar, continuo interpretando todas essas mulheres maravilhosamente poderosas que estão um pouco quebradas. Eu não sei o que há em mim porque continuo sendo contratada com essas personagens emocionalmente afetadas, mas externamente fortes.

TVLINE: Como você descreveria o relacionamento de Kara e Lena no momento?

Elas estão nos dois lados de um precipício e a única maneira de consertar isso é que uma delas pule e tente chegar ao outro lado. Uma delas tem que fazer isso.

TVLINE: De preferência Kara, já que ela pode voar.

(Risos) Sim. Mas você entende o que eu quero dizer? Uma delas tem que dar esse salto de fé, sem saber se vai chegar ao outro lado ou se vai cair.

TVLINE: Eu tenho que ser honesto: por mais que eu queira que elas consertem as coisas, é realmente divertido vê-las em desacordo.

É delicioso, eu sei. O que há de tão adorável em Kara e Lena é que levamos anos para construir isso. Não é frequente em um programa de tv que você tenha o luxo do tempo. Foi um privilégio poder contar essa história lentamente. Há tanto peso e tanta ressonância, porque demoramos muito tempo para chegar aqui.

TVLINE: Olhando para o final da metade da temporada domingo, a sinopse diz que Hope se torna uma “peça indispensável” para Lena. Como tem sido trabalhar com Andrea Brooks nessa nova capacidade?

Andrea sempre foi e sempre será uma pessoa indispensável para mim. Se você quiser falar sobre uma super-mulher de verdade, fale sobre Andrea estar grávida de oito meses e trabalhar como regular em duas séries. Essa mulher é inacreditável. E acho que ninguém mais poderia transferir de Teschmacher para Hope. Nas mãos de uma atriz menor, não teria sido tão atraente.

TVLINE: Grande parte da raiva de Lena está relacionada à morte de Lex, mas vimos nos trailers que ele está vivo e bem. Como Lena pode reagir a essa descoberta?

Bem, você está supondo que ele vai ficar bem. É o crossover, tudo pode acontecer. Há cinco episódios para contar essa história, então não sabemos o que vai acontecer. É uma ideia totalmente nova, um mundo totalmente novo, portanto quaisquer presunções talvez sejam equivocadas.

TVLINE: Estou um pouco assustado com esse crossover.

(Risos) Muitos de nós estávamos com medo de entrar nisso. Nós vimos os roteiros e pensamos: “Ai meu Deus, eles estão tentando matar todos nós”. Eu nunca tive tanto respeito pelos prontagonistas das séries. Eu fiquei tipo, ‘Como vocês fazem isso?'”

 

01.12.19
Supergirl: Lena Luthor não é uma Vilã (até agora).

Confira abaixo a entrevista traduzida que Katie McGrath deu para a DC Comics.


Foi o momento que todos os fãs de Supergirl temiam. Após sete episódios alimentando calmamente sua raiva e ressentimento com a Kara, tudo veio a tona no episodio 5.07 “Tremors”, quando Lena Luthor finalmente revelou o que estava sentindo sobre o segredo da Kara. O confronto era inevitável mas não foi menos emocional e chocante por isso, especialmente porque antes disso o episódio havia sido preenchido com toda a amizade entre elas que os fãs tanto amam.

Agora esses momentos fazem parte do passado, com o futuro de Lena parecendo particularmente obscuro. Durante quatro temporadas nós assistimos Lena resistindo a influência de sua família mas ela nunca pareceu tão Luthor quanto agora. “Tremors” terminou com a Lena deixando Kara presa na Fortaleza da Solidão e voltando para Nacional City para trabalhar no Project Non Nocere. Então é isso? Ela irá se tornar oficialmente uma vilã? Embora possa parecer que sim, não é tão simples assim. Ao menos não para Katie McGrath, a mulher talentosa por trás da personagem mais complexa de Supergirl.

“Não, eu não acho que ela seja uma vilã. Ela não está tentando matar ninguém. Ela não tem más intenções. Ela está tentando garantir que ninguém nunca se sinta como ela se sentiu.” Katie responde quando questionamos sobre a possível queda moral de Lena.

E, no entanto, podemos nos apoiar em duas expressões comuns: todos os vilões são heróis de sua própria história e o caminho para o inferno está cheio de boas intenções. Pode ser muito cedo para decidir de que lado Lena acabará ficando, mas o episódio 5.08 “The Wrath of Rama Khan” – o episódio final de Supergirl antes do crossover “Crisis on Infinite Earths” – provavelmente nos dará algumas consideráveis dicas. Para nos preparar e talvez oferecer uma pequena esperança aos fãs de Lena, conversamos com McGrath sobre onde ela vê sua personagem no momento, por que Lena está fazendo as escolhas que ela tem feito e se há alguma maneira de sua amizade com Kara ser reparada.

Lena passou por uma evolução e mudança que a maioria dos personagens de tv não passaram. Como atriz, como tem sido isso?

O que ainda me impressiona sobre Lena e meu envolvimento com Supergirl é que eu só assinei para fazer três episódios. Eles ainda não tinham uma total dimensão do que iriam fazer com Lena. Assim, grande parte disso foi se desenrolando à medida que avançamos e percebendo o quão importante uma Luthor é para uma Super-história. É difícil contar uma Super-história adequada sem um Luthor – tanto que agora eles nos deram um Luthor extra, o que é muito legal da parte deles, obrigada!

O que acho que o mais maravilhoso na maneira em que me envolvi é que, se você me dissesse a dimensão e o peso do que eu estaria carregando e a jornada que Lena iria seguir, acho que não teria sido capaz de aceitar. Eu não poderia ter minha cabeça envolvida em torno disso. Mas por causa de que a cada temporada e a cada episódio foram um passo de cada vez, eu nunca tive que dar um grande salto para ir de onde eu comecei com Lena para onde ela agora na quinta temporada. Era como dar pequenas mordidas em uma maçã e moldá-la.

Eu acho que, para mim, eu ficaria muito intimidada com essa incrível trajetória da personagem de onde eles começaram e tudo o que a está sendo feito através dela. Eu não teria tido a confiança em mim mesma como atriz de poder ter feito jus a isso. Então, esses pequenos passos que tenho dado me mantiveram sã. Eu apenas lido com um episódio de cada vez ao invés de pensar na vasta e surpreendente trajetória que eles deram para a personagem. Você só quer fazer jus. Você só quer fazer o que é certo.

Lena está em um momento decisivo em sua vida agora?

Com certeza. Mas eu não acho que Lena consiga perceber onde ela está e esse é um ponto crucial da sua personagem no momento. Ela está neste precipício mas não acho que ela perceba o quão perigoso é. Eu acho que tudo o que ela está fazendo agora é por pura reação. Ela está lidando com a emoção de descobrir sobre a Kara ser a Supergirl e a para quem mais ela tem mentido. Não há uma grande diferença de tempo entre a quarta e a quinta temporada e Lena está sofrendo com tanta mágoa. No momento, ela não tem a capacidade de ter consciência do que está fazendo e de ver que está em uma posição muito perigosa para si mesma.

Eu acho isso muito interessante do ponto de vista como espectadora e atriz, pois assim podemos entendê-la. É tão perigoso e frágil onde ela está, mas para Lena, ela não tem a menor ideia porque está completamente magoada e tomada por emoções no momento. Eu acho que isso veio à tona no último episódio, porque não há como você ter essa onda de mágoa se ainda não se importasse.

Você vê Lena como uma vilã?

Não. Com certeza eu não. Eu a vejo como uma mulher extremamente magoada que está tentando fazer o possível para controlar a dor que sente. A dor é tão desesperadora pra ela agora porque não é só por ter sido traída pela Kara. Imagine se você acorda uma manhã e percebe que de repente todos secretamente acreditaram secretamente na pior coisa sobre você. Aquilo que você lutou tanto para não ser é o que todos sempre acreditaram e a culpam secretamente. É o seu único medo realizado e foi realizado publicamente. Ela sofre tanto com isso que tudo o que está fazendo agora é apenas tentar controlar essa dor, para que não a dominem.

Então não, eu não acho que ela seja uma vilã. Ela não está tentando machucar ninguém. Ela não vem de um lugar ruim. Ela está tentando garantir que ninguém nunca sinta o ela está sentindo e passando. Ela realmente acredita que está tentando ajudar a humanidade. Ela acredita que vai salvar a todos. Ela não é uma vilã. Toda vez que ela se vê diante de machucar alguém, ela não consegue ir em frente. Então ela ainda é a Lena que todos nós amamos. Ou pelo menos eu espero que vocês amem.

Recentemente vimos Lena derrubar Andrea Rojas e agora Kara. Você acha que isso a deixa super confiante? Eu sinto que ela está subestimando o Leviatã.

Eu acho que agora ela está tão envolvida em seu plano que não consegue ver o perigo que está perto dela (perigo de quem ela potencialmente pode estar se tornando e perigo do Leviatã ou de qualquer pessoa ao seu redor). Ela está tão focada em tornar o mundo um lugar melhor que eu acho que você está certo, não acho que ela possa ver completamente o perigo que a rodeia. Eu acho que há um pequeno elemento de autoconfiança e arrogância pois ela acredita que é extremamente capaz disso. Quero dizer, neste momento, temos que perceber que Lena acredita que ela é a salvadora da humanidade e, com isso, haverá uma certa quantidade de arrogância. Como não ter? Ela está meio ‘Quantas vezes eu já salvei o mundo?’. Ela está se sentindo bem com sua capacidade de salvá-lo novamente e isso a deixa um pouco cega.

Eu acho que é bom vermos esse lado dela.

Eu acho que os melhores personagens são os que são falhos. Eles são falíveis. É muito difícil interpretar alguém que é sempre bom, sempre certo e sempre diz a coisa certa. Nós, como humanos, não somos assim. Acho que simpatizamos com personagens que cometem erros. É isso que Lena tem de tão bom agora: ela é vulnerável e humana.

Você mencionou o Luthor extra anteriormente. Como foi atuar ao lado de Jon Cryer na última temporada?

Não há uma cena que Jon Cryer não pegue e eleve de comum para sublime. Acho que foi um trabalho difícil para ele assumir Lex Luthor. É um papel difícil. Eu não acho que as pessoas acreditavam nele tanto quanto ele merecia mas ele aceitou e surpreendeu a todos.

O cara é um gênio. É uma aula de mestre estar em cena com ele. Ele me faz uma Lena melhor. 100%. Ter um Lex vivo na sua frente e ter um ator do calibre do Jon Cryer interpretando me faz ser uma Lena melhor. Serei eternamente grata a ele por isso.

Além disso, ele é um cara muito legal! E ele é um grande fã da DC também. Ele é tão apaixonado pelo o que está fazendo que isso te faz lembrar de que isso é realmente algo importante e temos muita sorte de estarmos fazendo. Quando você está fazendo mais de vinte episódios e já está cansado, você meio que esquece disso. Então Jon entra tão apaixonado e envolvido, e ele é o Jon Cryer e você fica tipo ‘Ah sim! Isso é algo importante”.

O próximo ‘Crisis’ afetará Lena de alguma forma?

Posso dizer que estou em “Crisis”, isso ajuda? É o que posso te dizer. Vou deixar você assistir para ver como será. Mas você não tem como fazer parte de “Crisis” e não ter algum impacto. Digo, é a crise nas terras infinitas. Isso terá um efeito.

Existe alguma maneira do relacionamento de Kara e Lena ser reparado neste momento? Essa amizade está pronta?

Temos que acreditar que pode ser reparado sim. Acho que mais do que tudo, o episódio do domingo passado (5.07) mostrou que Lena ainda se importa e que Kara ainda se importa. Nós sabemos que a Kara sabe porque ela diz isso, mas não tem como Lena estar tão chateada e destruída se ela ainda não se importasse com Kara. Entende o que eu quero dizer? Ser tão transparente, emocional e aberta? Aquilo é um grito de socorro. É alguém gritando para ser ajudada. Mostrando tanta emoção e tanta vulnerabilidade. Você não faz isso a menos que não queira que a outra pessoa o ajude. É um pedido desesperado de ajuda. Eu acho que é como Lena está sobre sua amizade com Kara. Ela está fingindo que está com toda essa raiva mas, na verdade, ela está pura mágoa. E toda essa dor é porque ela ainda se importa com Kara.

 

12.10.19
Secret Bridesmaids’ Business – Legendas PT-BR

Post atualizado em 25/11 – Atendendo a muitos (muitos mesmo) pedidos e também nós cansamos de esperar que uma legenda oficial (em português) saísse e resolvemos fazer. Eu (Mi) e nossa legender (Andrezza) legendamos e fiz/estou fazendo as revisões. Obrigada a Ju também por nos ajudar.  E vocês pela paciência ♥

1- Os links contém tanto os episódios quanto as legendas.
2- A legenda não está embutida
3- Não testei a legenda em outros formatos (hdtv, 480p) então caso você já tenha o episódio em outro formato e não esteja sincronizado, baixe o episódio que disponibilizei.
4- Ainda refarei uma revisão do que já está disponível

5- Nós fizemos isso para poder ajudar aos fãs e porque amamos vocês, óbvio. Não somos uma equipe de legendas oficiais, por mais que eu tenha revisado com certeza pode ter erros de gramática ou algo assim. E sim, continuaremos fazendo a legenda dos próximos episódios que irão ao ar.

DOWNLOAD LINKS

 Mega

 Google Drive

Status das legendas:

S1E01: Completa
S01E2: Completa
S01E3: Completa
S01E4: Completa
S01E5: Completa
S01E6: Completa

Status dos Episódios:

S01E01: Disponível para Download
S01E02: Disponível para Download
S01E03: Disponível para Download
S01E04: Disponível para Download
S01E05: Disponível para Download
S01E06 (Season finale): Disponível para Download

Os status serão atualizados neste post e avisaremos no Twitter.

Dúvidas, sugestões, críticas e etc a nossa DM está aberta: @McGrathBrasil  ♥

Stills e Screencaptures serão adicionados em nossa galeria assim que possível.

08.05.19
Katie McGrath, Abbie Cornish e Georgina Haig são as estrelas da nova série australiana ‘Secret Bridesmaids’ Business’.

Variety: A série é estrelada por Abbie Cornish (“Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”), Katie McGrath (“Supergirl”) e Georgina Haig (“Once Upon A Time”).

Na série, o casamento perfeito de uma noiva se torna mortal depois que uma de suas damas de honra, sem saber, convida um maldoso e estranho para suas vidas, desencadeando uma reação em cadeia destrutiva que abre um mundo oculto de segredos. Conforme a série se desenrola, o poder da amizade feminina pode ser a diferença entre a vida e a morte.

Cornish interpreta Melanie, que parece ter uma vida idílica: é mãe e esposa, com uma carreira de sucesso e uma bela casa. No entanto, quando suas escolhas de vida são postas à prova por algumas duras verdades domésticas, seu mundo ideal começa a sair do controle. McGrath é Saskia, uma advogada britânica em ascensão, chamativa, poderosa e sincera. Ela é implacavelmente inteligente e muito leal. Uma mulher bissexual, Saskia desafia os padrões e guarda um segredo que pode significar o fim da amizade com sua melhor amiga, Olivia. Haig interpreta Olívia. A experiência de quase morte de Olivia com leucemia fez com que ela decidisse seguir seus sonhos. Ela é vibrante, espirituosa e otimista. Quando ela descobre algo obscuro sobre um ente querido, isso a leva a esconder seu próprio segredo para proteger as pessoas ao seu redor.

O drama é uma produção da Seven Studios e faz parte de sua estratégia de desenvolvimento para produzir séries para os mercados australiano e internacional.

De acordo com o IMDb, a série está prevista para Setembro de 2019

Confira a primeira foto promocional em HQ em nossa galeria:

Home > SÉRIES | TV SHOW > 2019 – Secret Bridesmaids’ Business > Promotional

Click to view full size image

Layout criado e desenvolvido por Lannie.D // Katie McGrath Brasil