Katie Mcgrath Brasil

Bem vindos ao Katie McGrath Brasil, o primeiro fansite brasileiro dedicado a atriz Irlandesa Katie McGrath. Conhecida por seus trabalhos em várias séries e filmes como "Merlin", "Drácula", "Slasher" e atualmente na série "Supergirl" como "Lena Luthor". Nosso objetivo é trazer notícias e novidades sobre a Katie. Não deixe de confirir nossa galeria e seguir nosso Twitter para mais novidades.
Entrevista: Lena está prestes a cumprir seu destino como uma Luthor?

Entrevista: Lena está prestes a cumprir seu destino como uma Luthor?

Durante o episódio de Supergirl na segunda-feira, Morgan Edge (Adrian Pasdar) coloca a mira em Lena depois que muitas crianças ficam doentes com intoxicação por chumbo. Ele argumenta que o dispositivo de dispersão de chumbo que ela desencadeou no final da segunda temporada é a causa, então Lena é a culpada, forçando Kara e Sam (Odette Annable) tentar limpar seu nome. Esta verdade empurrará Lena para o direito de nascença como Luthor? EW sentou-se com McGrath para obter algumas respostas:

Como Lena lida com essa possível verdade de que ela deixou essas crianças ficarem doentes?

Lena está enfrentando seu pior medo: Lena está enfrentando o fato de que ela pode ser realmente uma Luthor depois de tudo e tudo isso significa muito. O que é legal sobre este episódio é que você vê uma Lena quebrada, não emocionalmente quebrada por um homem, mas quebrada como se todos os seus piores temores tenham acontecido e de que ela é exatamente como sua família, que ao fazer o que ela pensava ser a coisa certa, ela se tornou essencialmente este monstro que envenenou crianças.

Como Lena se sente sobre Morgan a culpando quando não poderia ser verdade?

Ela simplesmente se perdeu. É esse momento em que você vê o quão poderosa e quão forte ela pode ser, mas também o quão cega ela pode estar, possivelmente, não fazendo a melhor estratégia de ação, mas ela está estilhaçada. O que você começa a ver é indícios e reflexos da Lena que ela poderia ser uma mulher muito enérgica, teimosa, dogmática,poderosa e inteligente.

Andrew Kreisberg disse anteriormente que ninguém se torna mal, trata-se de uma série de pequenas decisões ruins que são como um efeito dominó. Os dominós de Lena começam a cair nesta temporada?

É uma boa maneira de posicionar isso. Estamos muito cedo na temporada, acho que você tem que fazer referência a temporada passada também. Cada momento que ela luta, ela a traz mais perto da pessoa que ela vai ser e nós simplesmente não sabemos quanto tempo isso vai demorar. É exatamente o que ele diz: não é uma coisa que vai acontecer, é a constante quebra de quem ela era e quem ela é. Na verdade, neste episódio, há uma linha muito interessante que ela diz que os Luthors sempre racionalizam o que estão fazendo, como salvar o mundo, mesmo quando estão prejudicando as pessoas. Então, os Luthors acreditam que estão fazendo o que é certo. Ninguém se propõe a ser apenas mal. Todos acreditam que o que eles estão fazendo é para o bem maior. Não acho que Lena seja diferente. Eu acho que tudo o que você vê, ela irá fazer a parte do que a torna no que ela finalmente se torna, porque ela sempre acredita que está fazendo o que é certo.

Lena é uma garota inteligente e você disse antes que você não quer que Lena descubra que Kara é Supergirl, mas você acha que a mentira é quase que pior neste momento?

A dificuldade com Lena saber é que você não tem ninguém com quem Kara possa ser apenas Kara. Você não tem ninguém com quem Kara possa ser humana. Se todos sabem que ela é Supergirl, ela sempre tem que ser a Supergirl. Uma das grandes coisas sobre um super-herói – e esta em particular – é que ela tem seus defeitos e não é perfeita. Então, ela dá a Kara a capacidade de ser vulnerável e ser todas essas coisas. Se eu sou a única que sabe disso, e tenho que aguentar sem perceber que elas são a mesma pessoa, essa é a magia da série. A magia é que você acredita que são duas pessoas diferentes. Se você acreditar que ela voa e é uma alienígena, não vejo porque não posso acreditar que Lena não sabe a diferença, então é nisso que acredito. É importante como uma personagem para Kara ter alguém com quem não precisa ser Supergirl, não precisa ter todas as respostas, ela não precisa sempre ser a solução. Ela pode ser um ser humano normal e com seus defeitos.

No entanto, a Supergirl tem afastado Lena de sua vida desde a prisão de sua mãe até a morte de seu primeiro amor. Será que esses pequenos momentos se acumulam em direção à animosidade?

Pessoalmente, para Lena, imagino que o que acontecerá é a gota d’água que quebra tudo. Haverá uma última coisa que apenas a faz ir, “Você está brincando?” Porque ela pode lidar com todos eles agora, porque muitos deles não culpam a Supergirl, muitos deles se culpam por por ela. Mas eu acredito que haverá uma coisa final que a faz partir, “Você sabe o que? Isso tudo não sou eu. Estou tentando estar bem aqui e, cada vez que penso que estou fazendo o que é certo, você me torna mais difícil.” Não tenho muita ideia, estou intelectualizando isso, mas acho que haverá uma coisa que fará com que o resto dela simplesmente se vá, “E então isso aconteceu e oh meu Deus, eu vou jogar bolas de Kryptonita em você”.

Teremos mais informações sobre a sua história familiar nesta temporada? Talvez com Lionel ou com Lex? Sua mãe estará de volta?

Eu não faço ideia. Não sei absolutamente nada. Essa é uma pergunta para Andrew. Eles jogam tudo muito perto da gravação. O que é engraçado é que eu não gosto de ler episódios além do que estou fazendo exatamente por esse motivo. Eu tenho uma síndrome total do spoiler e eu diria a todos. Eu seria tipo: “O que você quer saber?” Não me diga, provavelmente é melhor assim!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *